Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Era o dia dos meus anos...

e eles tinham feito tudo para me dar um bocadinho de felicidade.

 

Mas eu estraguei a noite - com a minha angústia e revolta, com o meu temperamento explosivo, com as minhas conclusões precipitadas, com a minha teimosia, com a minha mania de que estou sozinha e de que todos me irão tramar mais tarde ou mais cedo...

E pior - magoei aqueles de quem mais gosto.

 

Mas mesmo assim, eles perdoaram.

 

Talvez seja altura de voltar a acreditar nas pessoas...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Apesar de tudo o que de mau se tem passado, apesar do caos em que a minha vida se tornou, e apesar do caos que eu própria crio à minha volta, têm sido estes momentos que me têm feito crescer e entender o que me rodeia de forma diferente.

 

Porque é no desespero que vejo aquilo a que realmente devo atribuir importância.

 

E é também aí que descubro aqueles que, sem receber nada em troca e apesar do dano que lhe causo, insistem em me dar a mão, continuar a meu lado e dar-me uma segunda ou terceira oportunidade.

 

Obrigada

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eles

16.08.10

Eles acomodaram-se à vida, não porque é boa ou agradável, mas simplesmente porque tal se revelou a maneira mais facil de agir.

Eles não porfiam pelo que desejam (e será que alguma vez o fizeram?) e por tal nunca o chegam a obter.

Eles não conseguem tomar uma decisão (e será que alguma vez o conseguiram? Não será que houve sempre alguém que decidiu por eles?).

Eles não arriscam, têm medo...

Eles vivem um permanente engano. Nada, nos dias deles, está no sitio certo, nada é como deveria ser.

 

E sempre que me deparo com a situação, dou por mim a pensar, "Ainda bem que não sou como eles".

(e a desejar nunca vir a ser)

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

Somos tão pequeninos, tão reles. Porque acabamos sempre por ferir quem mais nos ama; porque acabamos sempre por desrespeitar quem mais nos ama; porque acabamos sempre por culpar quem mais nos ama; porque acabamos sempre por censurar quem mais nos ama.



E porquê?

 

Porque também os amamos?

 

É isso, amar? Amar é sofrer?

Porque não fazemos isso a quem nos fere, desrespeita, culpa, censura?

Será que a vida é toda ela uma contradição?



Autoria e outros dados (tags, etc)

Vida (# 44)

05.08.09

É assim a vida.

 

Ela tem os seus altos. Mas Ela também tem os seus baixos, por vezes autênticas crateras, momentos em que tudo parece perdido, em que aqueles assuntos que nos perturbam decidem unir forças para tornar a situação ainda mais complicada, para nos levar ao limite do desespero. Mas ainda assim, há sempre uma luzinha: umas vezes lá ao fundo, muito longe, dificil de alcançar, outras vezes surpreendentemente mais perto... o importante é não desanimar, não parar de a procurar. Muitas das vezes, esses momentos maus são importantes para a conseguimos encontrar - afinal, o brilho das estrelas só é visivel na escuridão da noite.

 

É assim a vida.

 

      

"Noite estrelada" de Vincent Willem van Gogh

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Arquivo morto

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D